Proteção Internacional em Portugal - 2017

Pedidos de asilo 2017

Pedidos pendentes 31.12.2017

Estatuto de refugiado

Proteção subsidiária

Pedidos rejeitados

% Estatuto de Refugiado

% Proteção Subsidiária

% Pedidos rejeitados

Total

1.750

476

119

136

455

17%

19%

64%

Síria

426

:

4

59

3

6%

89%

4%

Iraque

283

:

0

0

0

-

-

-

RDC

158

:

0

4

117

0%

3%

97%

Ucrânia

124

:

4

15

8

15%

55%

30%

Angola

121

:

0

0

0

-

-

-

Eritreia

67

:

83

23

0

78%

22%

0%

Congo

58

:

0

0

0

-

-

-

Guiné

42

:

0

4

0

0%

100%

0%

Venezuela

33

:

0

0

0

-

-

-

Afeganistão

32

:

0

0

0

-

-

-

Fonte: SEF.


Detalhe por género/idade do n.º total de Pedidos de Asilo 2017

Número

Percentagem

N.º total de pedidos

1.750

-

Homens

1.072

61%

Mulheres

678

39%

Crianças

455

26%

Crianças não acompanhadas

28

16%

Fonte: SEF

 

 

 

 

DIVERSOS PROJECTOS DO CPR SÃO FINANCIADOS PELO FUNDO ASILO, MIGRAÇÃO E INTEGRAÇÃO (FAMI)

 

De acordo com as últimas estatísticas, o número de migrantes forçados em todo o mundo ultrapassa os 65 milhões e não pára de aumentar. O número de pessoas que buscam protecão no nosso país é de cerca de 870 por ano ou 87 pessoas por cada milhão de habitantes, um número bastante inferior à média europeia (2600 pedidos por milhão de habitantes na UE-28, em 2015). Há mais de um quarto de século que o CPR, sempre em colaboração com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), procura minimizar as consequências das deslocações forçadas, em particular das pessoas acolhidas em Portugal.